Um bom vocabulário é de suma importância para uma boa redação

Você conhecer as regras de acentuação das paroxítonas? Na nossa língua portuguesa, muitas pessoas inclusive estudiosos de linguística possuem muitas vezes dúvidas ao escrever e exemplificar algum termo ou palavra específico, principalmente no caso de se realizar uma redação onde os ânimos e o nervosismo dos candidatos atrapalham um pouco na criação de um bom texto dissertativo.

Regras de acentuação das paroxítonas

Regras de acentuação das paroxítonas

Inicialmente para se escrever um bom texto é necessário algumas peculiaridades e regras que seguidas passo á passo farão com que realize uma escrita sucinta, eficiente e excelente, dando á você diferenciais tanto em sua redação como também em sua vida profissional, já que terá uma boa carga de vocabulário para ser utilizado. A seguir daremos algumas dicas de regras de acentuação de palavras paroxítonas.

Regras de acentuação das paroxítonas

De uma forma geral as palavras paroxítonas não são acentuadas graficamente, como por exemplo ” enjoo, grave, homem, mesa, Tejo, vejo, velho, voo; avanço, floresta; abençoo, angolano, brasileiro; descobrimento, graficamente, moçambicano”.

Porém existem algumas regras de acentuação das paroxítonas existentes e diferenciadas onde as palavras paroxítonas por exemplo recebem acento agudo, estas que quando apresentarem sílaba tônica com vogais abertas a, e, o ou ainda i ou u, tendo a sua terminação com as letras -l, -n, -r, -x e -ps, exceto em algumas raríssimas exceções, as suas respectivas formas de plural passam a ser proparoxítonas, como nos exemplos: açúcar (pl. açúcares), almíscar (pl. almíscares), cadáver (pl. cadáveres), caráter ou carácter (mas pl. carateres ou caracteres), ímpar (pl. ímpares); Ajax, córtex (pl. córtex; var. córtice, pl. córtices), índex (pl. índex; var. índice, pl. índices), tórax (pl. tórax ou tóraxes; var. torace, pl. toraces); bíceps (pl. bíceps; var. bicípite, pl. bicípites); Aníbal, dócil (pl. dóceis) dúctil (pl. dúcteis), fóssil (pl. fósseis) réptil (pl. répteis: var. reptil, pl. reptis); cármen (pl. cármenes ou carmens; var. carme, pl. carmes); dólmen (pl. dólmenes ou dolmens), éden (pl. édenes ou edens), líquen (pl. líquenes), lúmen (pl. lúmenes ou lumens); entre outros casos menos utilizados.

Pouquíssimas palavras que possuem vogais tônicas e com final de sílabas presente em consoantes nasais grifadas apresentando timbre como nos exemplos: sémen e sêmen, xénon e xênon; fémur e fêmur, vómer e vômer; Fénix e Fênix, ónix e ônix.

Além disso poucas palavras paroxítonas deste tipo que possuem vogais tônicas apresentam oscilação na língua o qual é assinalado com acento agudo se for aberto e circunflexo se for fechado, como nos exemplos pónei e pônei; gónis e gônis, pénis e pênis, ténis e tênis; bónus e bônus, ónus e ônus, tónus e tônus, Vénus e Vênus.

Estes foram alguns exemplos de palavras facilitadas em regras de paroxítonas de acordo com o novo acordo ortográfico.

Aprendeu as Regras de acentuação das paroxítonas? Você também pode saber mais sobre as palavras oxítonas.