Redação para vestibular

Redação para vestibular – Início e meio do ano são épocas marcadas por provas de vestibulares. Geralmente, há uma maior dificuldade na hora da redação, e como essa etapa, normalmente, possui peso maior do que a nota do restante da prova, é de suma importância dar uma atenção especial à escrita para garantir o ingresso na universidade.

Redação para vestibular

Redação para vestibular

Estudos revelam que um dos maiores questionamentos dos alunos com relação à redação é a organização de ideias para estruturar o texto. Uma dica para quem tem essa dificuldade é fazer perguntas ao assunto, pois as respostas podem ser utilizadas como argumentos para dar início ao primeiro parágrafo, que é a introdução.

Outro fator a ser considerado é o cuidado para não usar expressões como “eu acho” e “eu penso”, optando por “acredita-se” e “pensa-se”. O texto nunca deve ser escrito na primeira pessoa.

Para começar a escrever é necessário realizar um planejamento, pois só assim consegue-se pensar e avaliar melhor as ideias que vão surgindo. Por isso, algumas alternativas podem ser utilizadas, sendo muito importantes.

Dicas para fazer uma boa redação:

  • – Fazer anotações (no decorrer da leitura de um texto, por exemplo, o vestibulando pode anotar o que considerar mais importante; essas palavras ou expressões, frutos das anotações, poderão ser oportunas para o desenvolvimento dos parágrafos);

 

  • – Lista de palavras chaves;

 

  • – E o famoso rascunho (esquema que proporciona maior chance para desenvolver as ideias das explanações independentes e das palavras-chave, por exemplo; neste procedimento, o vestibulando amplia as opiniões preliminares da redação, iniciando os lineamentos principiais dos parágrafos).

 

Cuidados com os erros na redação

Segundo alguns professores, a parte da gramática está entre um dos principais erros cometidos pelos vestibulandos nas provas de redação. Uma dica para evitar possíveis erros gramaticais é ler e reler fixamente o texto escrito, sempre de olho na grafia correta das palavras, acentuação, crase, concordância verbal e nominal, assim como na nova ortografia. Vale lembrar que a leitura é essencial para a produção textual, pois ela auxilia na escrita coerente, além de proporcionar um vocabulário mais rico e deixar as pessoas mais preparadas para escreverem.

E para finalizar cuide muito a coesão e coerência do texto, pois este necessita ser linear e seguir uma sequência lógica de ideias. Também, é preciso que haja uma ligação entre os diversos períodos que formam a redação. Tudo deve estar relacionado, encaixado.

Faça da leitura um hábito. Leia jornais, revistas e livros para ficar sempre atualizado com os acontecimentos decorrentes do país e do mundo. E lembre-se quem lê, escreve melhor!