Redação da UFPR: “Um outro mundo”

Redação da UFPR – Os grandes vestibulares vem trazendo aos estudantes do Brasil em seus editais uma série de dicas para redações do Exame Na­­cional do Ensino Médio (Enem). Onde o foco do que é necessário normalmente cobrados na rodução de Textos da Universidade Federal do Paraná (UFPR), que representa “um outro mundo”, completamente diferente da prova do MEC.

Gêneros textuais: redação da UFPR

A prova de redação da Universidade Federal do Paraná exige de seus concorrentes uma prova de redações, onde o candidato assim que a realiza deverá elaborar diversos gêneros textuais como carta, texto opinativo, resumo e progressão textual. Geralmente no processo há uma parte surpresa e uma tipologia bastante curiosa onde há muito tempo não se existiam em provas. Como por exemplo, nos últimos vestibulares, a universidade solicitou aos seus candidatos que fosse redigita uma dissertação narrativa a partir de uma fábula. A UFPR publicou mais de 17 tipologias diferentes até hoje. E sempre tem um segredo. Por outro lado no processo há diversos gêneros que sempre aparecem como o resumo e também a transposição.

Redação da UFPR

Redação da UFPR

Nestas provas são exibidos em torno de cinco textos curtos onde o estudante tem mais ou menos 4 horas e meia para redigí-los, o tamanho exigido pela redação varia de acordo com o gênero proposto. Normalmente o enunciado do texto traz um número mínimo e máximo de linhas e por isso é muito importante que se acompanhe os comandos com muita atenção, pois uma pequena falha poderá se tornar fatal. Apesar disso uma diferença de uma ou duas linhas não é um problema, porém se a questão pede ao candidato exclusivamente 10 linhas e o candidato escrever apenas duas este será sim penalizado.

De acordo com o texto é sim possível se utilizar a primeira pessoa do discurso e tudo depende do tipo de questão, se o estudante assim der a continuidade a um texto este sim deverá ser escrito em terceira pessoa. Na realização de transposição de palavras dos outros também deverão ser citadas a terceira pessoa, por sua vez se o candidato estiver escrevendo uma carta ou dando uma opinião será perfeitamente normal que se utilize a primeira pessoa. “A utilização de verbos que são flexionados em primeira pessoa como defendo’ ou ‘discordo’, é suficiente”.