Dicas de Redação: Pronominalização

Pronominalização – Os pronomes geralmente retomam temas já expressos no texto ou antecipam outros que aparecerão posteriormente.
Algumas dicas sobre o uso dos demonstrativos:

  • Esse, essa, isso: retomam assuntos anteriormente citados.

Exemplo: O Coronel é reverenciado por grande parte da população. Essa figura tem um padrão de comportamento autoritário.

  • Este, esta, isto: referem-se a assuntos a ser desenvolvidos posteriormente.

Exemplo: Este é o comportamento do coronel: o autoritarismo extremo.

  • Este, aquele: retomam dois diferentes antecedentes:

Este – o mais próximo do texto
Aquele – o mais distante do texto.
Ex: A figura do coronel exige do servo. Aquela depende desta.
Algumas dicas sobre a idéia de posse que pode ser usada na sua redação:
A idéia de posse pode ser expressa das seguintes maneiras:

  • Pronome Possessivo: Ex: O Coronel faz questão de demonstrar sua autoridade.
  • Preposição “de” entre dois nomes: Ex: A brutalidade do coronel é demonstrada nos atos dele.
  • Pronome relativo “cujo”: Ex: Os Coronéis, cujos eleitores não entendem os complicados processos da democracia, apresentam uma desconfiança.
Pronominalização

Pronominalização

Dicas sobre o uso do pronome relativo Cujo:

  • Deve estar sempre entre dois nomes (elemento possuidor + “cujo” + elemento possuído)
  • Não admite artigo antes ou depois
  • Concorda com o consequente
  • Pode vir preposicionado

Algumas dicas sobre o uso do pronome “onde”:

Esse pronome refere-se tão-somente á ideia de lugar. Dependendo da regência verbal, utilizaremos:

  • Onde: Lugar em que se está.

Exemplo: A cidade onde (em que / na qual) o coronel exerce sua autoridade torna-se refém dos atos dele.

  • Aonde: lugar para o qual se vai.

Exemplo: Os municípios aonde chegam à autoridade do coronel são reféns dos atos dele.

  • De onde: lugar de origem.

Exemplo: Os municípios de onde vêm esses personagens não são politizados.
Espero que tenha gostado de mais uma dica de redação aguardo seus comentários!