Como foi o processo de redação da UFSC?

Processo de redação  – A Universidade Federal de Santa Catarina, ao realizar o seu processo de vestibular 2012, teve milhares de inscritos e quanto a redação, que elimina boa parte de seus candidatos, foram apresentadas três propostas de redação, sendo que cada uma delas era centrada em um gênero textual  específico.
A instituição ofereceu três propostas ditando ao candidato que realizasse uma carta que seria direcionada a câmara dos deputados, na segunda proposta era necessário escrever um conto ou crônica a partir de uma experiência pessoal, na terceira proposta era necessário realizar uma dissertação expondo e analisando o comportamento de personagens e suas peculiaridades através da enchente ou da seca de acordo com o trecho abaixo de O guarda-roupa alemão, da escritora catarinense Lausimar Laus.

Treço do enunciado da prova

Processo de redação

Processo de redação

Redija uma  dissertação, expondo e analisando o comportamento de
personagem(ns) das obras citadas diante das adversidades provocadas, seja pela
enchente, seja pela seca (ou por ambas).
A escassez e o excesso de água estavam visíveis em pelo menos três grandes
obras das listadas para o Vestibular 2011:  Morte e vida severina, Vidas secas  e O
guarda-roupa alemão. Assim sendo, a terceira proposta apontou o tema nelas
presente, atualíssimo, face às discussões sobre o precioso líquido em nível planetário.
Um tema fácil e mais fácil porque indicado para o gênero dissertativo, aquele para o qual os candidatos são mais bem preparados por seus professores do Ensino Médio.
A proposta cobrava de seus candidatos familiaridade com as três obras indicadas e conhecimento do candidato nos personagens mostrando assim  grande importância de se ter na relação anual de obras literárias que são indicadas pela Coperve para o exame vestibular, uma grande surpresa para os alunos que concorreram ao processo. Porém mesmo assim foram poucos o número de candidatos que optaram por esta terceira proposta.