Aprenda a forma correta de utilizar as expressões: persistir ou a persistir

Persistir ou a persistir – Muitas pessoas se perguntam como funciona o emprego correto desta ou daquela expressão condicionando o sentido real que ela representa. Diante disto muitas vezes ao nos colocarmos frente a frente dos mecanismos que cercam a nossa língua portuguesa, que por muitas vezes é um tanto complicada, encontram-se diversos exemplos que se integram a tal ocorrência.

Sendo assim, na forma de os conhecer podemos citar o caso de expressões em questão que serão analisadas friamente com base em enunciados subsequentes, em expressões que podem ser extraídos de situações cotidianas bastante convencionais como nos exemplos abaixo:

Analisaremos a seguir uma expressão bastante conhecida e que vemos normalmente em propagandas de medicamentos – “Ao persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado” ou “Ao persistirem os sintomas suspenda o uso do medicamento”

O fato citado é que se analisarmos em termos de adequação á linguagem formal podemos dizer que somente o segundo exemplo pode ser considerado como correto.

persistir ou a persistir

persistir ou a persistir

A preposição “a” por exemplo que antecede o verbo “persistirem”, denota-se o sentido de uma condição, como nos exemplos: Se persistirem os sintomas… Caso persistam os sintomas…

Já na combinação “ao” sendo analisada através de uma ótica de semântica expressamos uma idéia de tempo, ou seja como a seguir – Quando persistirem os sintomas…

Para podermos identificar a forma basta se utilizar uma associação bem simples a também outros exemplos como  – Ao nos dispormos a conhecer acerca dos mecanismos que regem a língua… (quando dispomos a conhecer…) ou também neste caso Ao chegar lá empresa, parou e recebeu os cumprimentos de todos. (quando chegou à empresa…).

Portanto sempre opte pela forma que mais se adeque á situação que queira passar na mensagem escrita na sua redação, sempre levando em conta que o efeito de sentido que deseja assim produzir mediante á interlocução do termo passado.