Você sabe quando utilizar o ETC?

Embora utilizamos bastante o termo -etc, muitas vezes não nos preocupados com as características necessárias para se utilizar tal termo, fazendo com que muitas vezes possamos o utilizar erroneamente ou até mesmo não o utilizar quando isto for necessário. Partindo desta discussão á utilização correta do termo -etc requer algumas regras e itens importantes, assim como também tantas outras expressões existentes em nossa língua portuguesa.

O termo em questão nada mais é do que uma abreviatura da expressão latina et cetera, e o seu significado se refere a “e outras coisas”, “e outros( quando forem relacionados seres da mesma espécie), “e assim por diante”. Com uma grande semelhança a diversos outros termos e expressões linguísticas são necessárias algumas regras para a sua utilização.

ETC

ETC

Regras para a utilização do “etc”

Em virtude de já existir uma ligação original do elemento de ligação “e” devido a origens etimológicas, sem a necessidade de se utilizar uma conexão tendo como base o exemplo criado abaixo:

“Nas férias fomos ao cinema, visitamos o zoológico, passeamos pelo parque e etc”

Diversos gramáticos se utilizam de condenarem a utilização da vírgula em virtude dos aspectos que são utilizados anteriormente, como o conectivo implícito, outros também concebem como alguns elementos necessários pois podem apresentar uma colocação de elementos enumerativos, por esta razão o termo se apresenta precedido de pontuação.

A utilização de reticências também é um termo bastante recorrente, já que contraria assim as regras do seu uso. Sendo assim torna-se necessário se optar pela utilização de reticências ou somente pela utilização do etc, mas não dos dois juntos, como nos exemplos descritos abaixo:

Nas férias fomos ao cinema, visitamos o zoológico, passeamos pelo parque, etc.

Ou também pode se utilizar do termo

Nas férias fomos ao cinema, visitamos o zoológico, passeamos pelo parque…

As duas versões estão corretas.